Vídeo: Aguinaldo Ribeiro, o Porta Voz da indecência

O deputado federal paraibano, Aguinaldo Ribeiro (PP), líder do governo na Câmara, se transformou no portal do acordão, aquele tornado público pelo ex-diretor da Transpetro, Sérgio Machado,...

O deputado federal paraibano, Aguinaldo Ribeiro (PP), líder do governo na Câmara, se transformou no portal do acordão, aquele tornado público pelo ex-diretor da Transpetro, Sérgio Machado, que gravou figurões do PMDB, entre eles, Romero Juca, onde se delineou o acordão para estancar a Laba Jato.

Aguinaldo, que é investigado pela Operação Lava Jato, defendeu durante seu pronunciamento na Comissão de Constituição e Justiça, na sessão que apreciava a denúncia da Procuradoria Geral da República, contra o presidente Michel Temer (PMDB), que os deputados (a maioria assim como ele investigados, denunciados, delatados e/ou réus) se unam contra o que ele chama de "desequilibrio" dos Poderes, ou seja, pelo acordão do salvar a todos. 

Ribeiro, herdeiro de uma família de latifundiários que carrega sangue nas mãos, cobrou coragem dos colegas para mudar a legislação que hoje rege os acordos de leniência e as delações premiadas.

Como se vê, o acordo proposto por Sérgio Machado, segue a todo vapor.

Fonte: Marcos Wéric

Neste artigo

Participe da conversa