Presidente da Companhia Docas-PB descarta desabastecimento de combustível

A Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB) descarta a possibilidade do desabastecimento de combustível na Paraíba em função da paralisação de caminhoneiros que ocorre nas proximidades do Porto...

A Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB) descarta a possibilidade do desabastecimento de combustível na Paraíba em função da paralisação de caminhoneiros que ocorre nas proximidades do Porto de Cabedelo desde o início da semana.

Segundo a diretora-presidente da Docas-PB, Gilmara Temóteo, gasolina e diesel estão chegando e sendo descarregados normalmente no Porto. "Já tivemos um navio de gasolina na última quarta e temos um de diesel para chegar este sábado (9)", destacou.

Gilmara ressalta ainda que, a princípio, a reivindicação dos caminhoneiros eram por melhorias na infraestrutura das ruas de Cabedelo onde os caminhões ficam parados. "Só depois é que veio à tona uma questão em que eles alegam que estão tendo perdas financeiras por conta da diferença da pesagem que está sendo encontrado no terminal do Tecab", salientou.

Entenda o pleito dos caminhoneiros:

Os caminhoneiros abastecem os tanques com álcool anidro no Porto de Suape e nas usinas da Região e trazem até a Paraíba, onde descarregam nessa área arrendada ao Tecab. A denúncia é que, quando chegam para descarregar nesse terminal, algumas vezes apresenta uma diferença na pesagem que são arcadas pelos motoristas. 

Esse álcool que vem de Suape é misturado a Gasolina A (que chega no Porto pelos navios) dentro dos terminais e se transforma na Gasolina C, produto que é vendido nos postos de combustíveis para o consumidor final. 

Apesar da paralisação no terminal da Tecab, os demais terminais de combustíveis continuam funcionando normalmente como a Raízen, que trabalha com as redes Shell, Esso e Ipiranga, além da Petrobras e Transpetro. Na segunda-feira (11) haverá nova reunião entre as partes envolvidas para tentar solucionar o impasse."

Fonte: Assessoria

Neste artigo

Participe da conversa