• Aeroclube e Prefeitura fazem JP perder investimento milionário e 500 empregos

    O quinto maior Home Center do Brasil , Ferreira Costa desistiu nesta terça-feira(28)  de construir sua loja em João Pessoa, amanhã a empresa estará retirando as máquinas...

    O quinto maior Home Center do Brasil , Ferreira Costa desistiu nesta terça-feira(28)  de construir sua loja em João Pessoa, amanhã a empresa estará retirando as máquinas do canteiro de obras devido o Aeroclube da Paraíba solicitar  a Prefeitura Municipal da capital cassar todas as licenças concedidas para  construção .

    A  velha política  praticada pelo Prefeito Luciano  Cartaxo botou pra correr uma empresa que iria gerar 500 empregos diretos a população , além  de arrecadação de impostos . Tudo isso tem o dedo por trás do Aeroclube que tem sido moeda de troca do jogo político.

    O empreendimento estava sendo construído ao lado do Carrefour do Bessa e  seria ofertado pelo menos 81 mil itens de diversos produtos que iria do material de construção a linha branca.  O Ferreira Costa é um grupo bastante consolidado no Nordeste com mais de cem anos no mercado .

    Os moradores do Bessa  irão se mobilizar para fazer uma baixo assinado em defesa da realocação do Aeroclube do bairro, segundo o diretor do SECOVI –Sindicato dos Condomínios, Dema Macedo, o aeroclube se encontra operando de forma irregular tanto que a Aeronáutica suspendeu as atividades no aeródromo  por falta de cumprimento do TAC junto ao DECEA por não apresentar o Plano Básico de Zona de Proteção do Aeródromo no mês de setembro de 2017 .

    Leia também:

    Caso Ferreira Costa: secretária usou indevidamente nome do MPPB para “justificar” embargo

    De acordo com a Portaria 957/GC3 de 9 de Julho de 2015 ,  especifica os tamanhos da pista dos aeródromos , após a denúncia  que o Aeroclube não estaria obedecendo a portaria a  Aaeronáutica , através  do COMAER instou o prefeito Luciano Cartaxo que  envie todo levantamento dos imóveis do entorno do aeroclube com suas altitudes ortométricas da base ( cota de terreno) , do topo ( cota terreno e altura construída )  e coordenadas geográficas para analisar se é viável o funcionamento do Aeroclube dentro do bairro do Bessa.

    “Hoje o Aeroclube é um hiato dentro de um bairro bastante adensado , não cabe mais testes de motores de aeronaves nas cabeças dos moradores , será que é preciso acontecer um acidente mais  grave do que aconteceu em 2010 ? para fazer o Aeroclube entender que já deveria funcionar em outro local mais seguro.” Disse Dema Macedo .

    Neste artigo

    Participe da conversa

    8 comentários

    1. Elisângela F. Soares       Responder

      Isso é um absurdo, perde a população como sempre! Acorda Brasil.

    2. Rafael       Responder

      Esse Dema Macedo é um corretor, interesseiro, procurando entrar na ciranda financeira através do patrimônio dos outros. Na realidade, pra construir no entorno de qualquer Aeródromo tem que ter licenças dos órgãos competentes e o Home Center Ferreira Costa, estava com a obra em andamento sem as devidas licenças.

    3. Júnior       Responder

      O Aeroclube é uma entidade Legítima e tem Outorga de Aeroporto de utilidade Pública. Já está ali há mais de 30 anos..Se fosse assim , teríamos que tirar cerca 50% dos aeroportos do Mundo de dentro das Cidades. Esse Sr. Dema é pivot de mtos movimentos contra a permanência do Aeroclube ali que o STJ decidiu por sua permanência por unanimidade frente a uma ação de desapropriação da própria PMJP. Respeitem o Direito dos Outros!! Ali são iniciados pela escola do Aeroclube futuros profissionais da aviação, além de mtos empresários que dão emprego a centenas , até milhares de pessoas juntas que precisam de usar seus aviões para o trabalho….Além do esporte da própria aviação e de outros como paraquedismo e Aeromodelismo.

      1. Bruno       Responder

        Interesse da minoria rica acima do interesse da maioria, correto? Vamos esperar o enterro de Ze Maranhão, ai sim finalmente poderemos ver o aeroclube sendo retirado.

    4. José Carlos       Responder

      Isso é um abessudo peder um empredemento desse tamanho porque milhares de pessoas estão desempregado na nossa cidade

    5. Cardoso       Responder

      Esse aeroclube tem sair dessa area, porém, o espaço deve ser utilizado para construção de praça ou algo assim.

    6. Gustavo       Responder

      Porque a Ferreira Costa nao observou a legislação vigente onde restringe construção de edificação na cabeceira da pista? No mínimo irresponsabilidade e negligência dos envolvidos ou será que ingenuamente acharam que não haveria fiscalização? O aeroclube está naquele local a 75 anos e a culpa é do aeroclube?

    7. Elton       Responder

      Isso é uma falta de consideração com a população Ferreira Costa e uma empresa seria sempre tem gerando em pregador muita gente