• Brisas de Coqueirinho: sócio assume prejuízo de fraudes, faz acordo com clientes e condomínio deve ser mantido

    Todas as pendências em torno do empreendimento "Brisas de Coqueirinho", no Litoral Sul, foram discutidas e acertadas em reunião com condôminos nos últimos dias criando solução para...

    Todas as pendências em torno do empreendimento “Brisas de Coqueirinho”, no Litoral Sul, foram discutidas e acertadas em reunião com condôminos nos últimos dias criando solução para problemas criados por ex-administradores locais. É que o sócio majoritário assumiu o prejuízo dos mais de R$ 12 milhões investidos, visando solucionar todas as queixas dos clientes.

    De acordo com o contador geral da empresa, João Neto, a empresa resolveu contatar todos os clientes e propôs em recente Assembleia todas as condições necessárias para manter a normalidade do empreendimento assumindo altos valores da Fraude cometida por ex-Administradores, à quem está cobrando o ressarcimento na Justiça tanto na seara cível quanto na penal.

    – A normalidade do empreendimento está se dando com aporte de recursos do sócio majoritário para atender às exigências contratuais, tanto que documentos assinados com os proprietários dos terrenos provam as tratativas com o único intuito de solucionar o grave problema advindo dos ex-administradores, estes respondendo na justiça pelo Golpe – afirmou.

    CLIENTES SE MANIFESTAM – “De fato, existe um processo de negociação agora, sob o comando do advogado Wilson Furtado Roberto propondo solução, que por sua vez manteve contra-proposta nossa, agora buscando solução definitiva apresentada pela empresa”, afirmou Vitor Maciel falando em nome dos clientes.

    A empresa tem promovido ações paralelas para a obtenção dos alvarás ambientais, conforme exigência da lei.

    A James Laurence já distribuiu notícia-crime por apropriação indébita contra os ex-gerentes Célio Silva, Mário Sérgio e Marco Grálio, acusados de responsáveis pelos desvios de recursos, bem como requereu prestação de contas dos ex-administradores.

     

    WSCOM

    Neste artigo

  • Participe da conversa