• Cartaxo escala emissários para tentar apaziguar relação com Maranhão, que segue irredutível

    Preocupado com a pré-candidatura do senador José Maranhão (MDB) ao Governo do Estado, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), escalou o seu irmão, Lucélio Cartaxo...

    Preocupado com a pré-candidatura do senador José Maranhão (MDB) ao Governo do Estado, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), escalou o seu irmão, Lucélio Cartaxo (PSD), e o vice-prefeito Manoel Júnior (MDB) para tentar apaziguar os ânimos com os emedebistas.

     

    Lucélio e Manoel receberam de Luciano Cartaxo a missão de abrir o diálogo com aliados de Maranhão, entre os quais, o ex-deputado Gilvan Freire. Uma reunião foi realizada na quarta-feira para debater a crise de relacionamento entre os dois partidos.

     

    O recente lançamento de um portal de notícias supostamente ligado a pessoas próximas a Luciano Cartaxo acabou pautando o encontro. Os aliados de Maranhão narraram a insatisfação do senador com os duros ataques que tem recebido do site nos últimos dias.

     

    Dias atrás, o jornalista Walter Santos chegou a divulgar a informação de que o portal de notícias que tem atacado o senador José Maranhão seria ligado ao presidente do Instituto de Previdência do Município (IPM), Diego Tavares, um dos auxiliares mais próximos do prefeito Cartaxo.

     

    Diego negou a informação divulgada por Walter Santos, embora um dos responsáveis pelo portal tenha sido assessor do pai de Diego, Reginaldo Tavares, na época em que comandou o a Secretaria Estadual de Saúde no governo Cássio.

     

    Pelo que o blog conseguiu apurar, porém, a tentativa de Cartaxo de apaziguar os ânimos com Maranhão, pelo menos por enquanto, não surtiu efeito. O senador, que desde ontem está fora da Paraíba, segue irredutível e garante que não abrirá mão de sua pré-candidatura ao governo.

    Neste artigo

  • Participe da conversa