• Plano Mestre do Porto de Cabedelo é apresentado ao CAP

    O Porto de Cabedelo reuniu na tarde desta quinta-feira, (18), de forma extraordinária, o Conselho de Autoridade Portuária (CAP), para apresentação do Plano Mestre do Complexo Portuário...

    O Porto de Cabedelo reuniu na tarde desta quinta-feira, (18), de forma extraordinária, o Conselho de Autoridade Portuária (CAP), para apresentação do Plano Mestre do Complexo Portuário de Cabedelo. O estudo foi desenvolvido pelo Laboratório de Transporte e Logística da Universidade Federal de Santa Catarina (LabTrans/UFSC). Além da diretora presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temóteo, do presidente do CAP e representante do Ministério dos Transportes, Disney Barroca, e dos conselheiros, participaram da reunião, diretores e arrendatários do Porto de Cabedelo.

    O Plano Mestre foi apresentado pelo coordenador do estudo, Tiago Buss, e pelo gerente de projetos do TransLab, Rodrigo de Morais. A partir do próximo dia 22 de janeiro até o dia 23 de fevereiro, estarão abertas as consultas públicas para que os interessados tenham acesso e possam dar suas contribuições. Segundo Tiago, todas as contribuições serão lidas, levadas em consideração e respondidas, mesmo que não sejam acatadas, mas são enviadas justificativas para quem as enviou.

    A presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temóteo, destacou a importância da participação dos usuários de porto e da sociedade em geral durante as consultas. “O que nós queremos é que a versão final desse Plano Mestre seja fidedigno com a nossa realidade, por isso, a importância da participação de toda sociedade durante sua elaboração através das consultas públicas”, enfatizou.

    A versão final do estudo será apresentado no dia 20 de abril deste ano, após todas as sugestões oriundas das consultas públicas serem analisadas.

    O Plano Mestre do Complexo Portuário de Cabedelo é atualizado a cada quatro anos e esse terceiro ciclo solicitado pela atual gestão previu para os próximos anos, a manutenção das cargas que são movimentadas atualmente (petróleo, coque de petróleo, trigo, malte e cevada, blocos de granito e ilmenita) , e um crescimento nas atividades, podendo inclusive receber novos produtos como milho e etanol.

    Participaram ainda da reunião os membros do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) representando a Receita Federal, Paulo Sérgio; a Anvisa, Ricardo Donizete; o Ministério dos Transportes, Disney Barroca; a Prefeitura de Cabedelo, Marcelo de Lima; a Capitania dos Portos, Ernesto Serrano e os empresários, Márcio Madruga.

    Assessoria

    Neste artigo

  • Participe da conversa