• Acuado, Cartaxo reage, mas dá o bote errado

    Um animal quando se sente acuado reage por instinto e nem sempre dá o bote certo. Com o animal político acontece a mesma coisa. Quando sente cheiro...

    Um animal quando se sente acuado reage por instinto e nem sempre dá o bote certo. Com o animal político acontece a mesma coisa. Quando sente cheiro de traição ou tem a impressão de que não estão mais respeitando seu poder, o animal político raramente tem a frieza de esperar o momento certo para reagir.

    É o que está acontecendo com o prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PSD). Acuado com o afastamento e possível traição de aliados, o alcaide decidiu reagir hoje em entrevistas concedidas pela manhã.

    Porém, acabou dando o bote errado e foi pra cima do senador José Maranhão. Mais uma vez usando figuras de linguagem para lhe chamar de velho. A última vez que fez isso foi em 2014 e viu seu irmão gêmeo perder a eleição para o Senado para o velhinho.

     

    Cartaxo erra ao atacar Maranhão, porque nas condições atuais, a candidatura de Maranhão, tem poucas chances de avanças, apesar de toda sua vontade para tal. Caso não consiga partidos para se aliar, é praticamente impossível uma candidatura em vôo solo. Ao atacar Maranhão a essa altura do campeonato, Cartaxo, fecha a porta de vez para uma recomposição.

     

    Enquanto isso, quem realmente lhe traz riscos, andam livres, soltos e voando, como tucanos amestrados.

    Neste artigo

  • Participe da conversa