• Cinco meses como ex-prefeito é o que tira o sono de Cartaxo

    Não é só candidatura do senador José Maranhão (MDB), a indefinição do PSDB e a possível saída de partidos médios e pequenos da aliança, essa última proveniente...

    Não é só candidatura do senador José Maranhão (MDB), a indefinição do PSDB e a possível saída de partidos médios e pequenos da aliança, essa última proveniente das duas primeiras, que vem fazendo com que o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), esteja reavaliando seriamente a possibilidade de disputar o governo do estado. O fato de ficar cinco meses como ex-prefeito também tem tirado o sono do alcaide.

    O hiato entre abril, prazo para desincompatibilização, e agosto, data limite para registro de candidatura, tem tomado muito tempo da reflexão do prefeito pessoense. Primeiro porque seria a primeira vez em pelo menos 26 anos que Cartaxo ficaria sem mandato e depois porque sua aliança com o vice-prefeito foi feita às vésperas da eleição e o nível de confiança entre os dois não é nem de longe o ideal para jogar o futuro de um nas mãos do outro e terceiro.

    É por essas e outras que é cada vez maior o time de aliados do prefeito que defendem sua permanência na Prefeitura.

    Neste artigo

  • Participe da conversa