• Consumo interno – Em quatro anos o Brasil tem Eduardo Campos morto, Dilma deposta e Lula preso. Coincidência ou confluência?

    Algo muito forte parece querer impedir de todas as formas que alguma força progressista volte ao comando do Brasil. De 2014 pra cá temos um candidato a...

    Algo muito forte parece querer impedir de todas as formas que alguma força progressista volte ao comando do Brasil. De 2014 pra cá temos um candidato a presidente que despontava com uma alternativa extremamente viável a polarização que se apresentava, mas com o viés progressista, Eduardo Campos, morto num acidente de avião.

     

    Sem a terceira via, por uma pequena margem, o povo brasileiro decidiu manter Dilma Rousseff e o PT no Poder. Mas lembrem-se que algo muito forte parece querer impedir de todas as formas que alguma força progressista volte e/ou continue no comando do Brasil. Dilma é afastada por um motivo ridículo, que 48 horas depois de seu afastamento deixou ser “crime”.

     

    Com Dilma afastada, todas as pesquisas mostravam o ex-presidente Lula na liderança. Ele confirmou sua candidatura, mas lembrem-se, algo muito forte parece querer impedir de todas as formas que alguma força progressista volte e/ou continue no comando do Brasil. Coincidência ou confluência?

     

    Então prendam o Lula!

    Neste artigo

  • Participe da conversa