• Quando foi que Manoel Jr se converteu num monge tibetano?

    Você pode gostar ou não, concorda com sua atuação política ou não, mas não pode negar que o vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Jr sempre foi um...

    Você pode gostar ou não, concorda com sua atuação política ou não, mas não pode negar que o vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Jr sempre foi um homem e político de posições firmes e de personalidade forte. No popular uma pessoa que não leva desaforo para casa.

     

    Porém, nos últimos meses Manoel tem demonstrado muita paciência, resiliência e resignação. Desde o começo da gestão Cartaxo II, Manoel vem sendo isolado. Indicou secretário de Saúde José Carlos Evangelista, que durou poucos dias no cargo, já que não tinha autonomia para nada. Depois demorou quase um ano para conseguir nomear alguns assessores.

     

    Mais recentemente viu o sonho de ser prefeito de João Pessoa ir por água abaixo, pelo menos por enquanto, devido ao descumprimento de acordo firmado em 2016 e por fim, viu sua postulação para ser candidato a senador ser solenemente ignorada por Luciano e Lucélio Cartaxo.

     

    Como se fosse pouco, a primeira-dama do município, Maísa Cartaxo, que nunca se pronuncia politicamente, defendeu o nome de Raimundo Lira para companheiro de chapa de Lucélio, também ignorando Manoel.

     

    Das duas uma: ou a experiência adquirida ao longo dos anos escondida na sua negra e intocável cabeleira transformou Manoel Júnior num novo homem, ou ele se converteu num monge tibetano.

    Neste artigo

  • Participe da conversa