• Eleição amanhã no Sintespb tem chapa 2 como oposição

    Há nove anos que se revezam na direção do Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior do Estado da Paraíba (SintesPB) os mesmos nomes. São três gestões onde...

    Há nove anos que se revezam na direção do Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior do Estado da Paraíba (SintesPB) os mesmos nomes. São três gestões onde o presidente de hoje foi secretário ontem, onde o tesoureiro de ontem é o vice-presidente atual, e assim sucessivamente, num revezamento que depõe contra a renovação de quadros e ideias no sindicato. E é para renovar quadros sindicais, arejar ideias e ideais e por fim ao continuísmo, que estamos encabeçando a chapa 2 – 100% oposição, revelou Mauro Barbosa da Silva, Coordenador da Comissão Interna de Supervisão da Carreira dos Técnicos Administrativos em Educação – CIS.

    Entre as principais propostas, Mauro Silva aponta:

    • Elaboração de um projeto de infraestrutura para o clube do sindicato na Penha e que seja exclusivo para os sindicalizados e seus dependentes legais;
    • Ampliação da assessoria jurídica que possa defender em todas as áreas os associados e dependentes;
    • Lutar junto à administração central por um projeto de política habitacional para os servidores técnicos sindicalizados;
    • Lutar pela permanência e ampliação do CRAS (Centro de Referência em Atenção à Saúde), com atendimento imediato para todos os servidores ativos, aposentados, pensionistas, seus dependentes e estudantes);
    • Reativar a secretaria sindical do SintesPB no Hospital Universitário.

    Segundo Mauro, é imprescindível que o sindicato se volte totalmente para os associados em suas lutas, o que não ocorre atualmente, levando o Sintespb a uma evasão nunca vista. “Só em João Pessoa, foram aproximadamente 600 associados que se desligaram do sindicato nestes últimos anos; se formos computar no Estado todo, esse número beira os 1.300”, revelou.

    A eleição do Sintespb acontece nesta terça-feira (5) com urnas espalhadas em diversas localidades dos campi da UFPB, UFCG e UEPB.

    Neste artigo

  • Participe da conversa