• Maior derrotado da eleição de 2018, Cartaxo esquece que seu papel é governar João Pessoa

    O prefeito da cidade de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), foi sem dúvidas o maior derrotado da eleição de 2018, mesmo sem ter disputado o pleito. Aliás,...

    O prefeito da cidade de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), foi sem dúvidas o maior derrotado da eleição de 2018, mesmo sem ter disputado o pleito. Aliás, sua derrota começou justamente quando lhe faltou coragem para deixar a prefeitura da Capital para disputar o governo do Estado, quando todas as pesquisas lhe colocavam como favorito.

     

    Depois viu seu irmão gêmeo patinar na campanha e nos debates e o resultado foi a vitória do então candidato João Azevêdo (PSB) no primeiro turno com quase 60% dos votos. Luciano/Lucélio perderam, inclusive em João Pessoa, com mais de 20% de vantagem.

     

    Para completar, nem sequer um deputado estadual o prefeito conseguiu eleger. Seu candidato e o candidato da Prefeitura foi o seu fiel escudeiro, Zenedy Bezerra, que teve apenas 13 mil votos.

     

    Talvez esses números ainda mexam com a cabeça do prefeito que esqueceu que o seu papel é administrar a cidade de João Pessoa e não ser comentarista político. O prefeito agora vive a cobrar o governador eleito João Azevêdo os nomes de sua futura equipe e cobrar entrevista da equipe de transição, ao invés olhar para os vários problemas da cidade.

     

    Enquanto o prefeito paga de comentarista político de rádio e TV, a Semob pinta faixa de pedestre contornando buraco; o TCE-PB suspende pregão para abastecimento dos veículos observando possiblidade de fraude; o STF suspende licitação para o show pirotécnico do réveillon; os agentes de saúde não têm farda, protetor solar, bolsa e clamam por gratificação que têm direito; e por aí vai…

    Neste artigo

  • Participe da conversa