• João Azevêdo supera desconfiança

    A pré-candidatura de alguém que nunca foi candidato a nada precisa superar alguns desafios para se concretizar. Os adversários, neste caso, usam de várias armas par desestabilizar...

    A pré-candidatura de alguém que nunca foi candidato a nada precisa superar alguns desafios para se concretizar. Os adversários, neste caso, usam de várias armas par desestabilizar o oponente e a primeira é sempre colocar em xeque a postulação. Espalham pelos quatro cantos que o pré-candidato iniciante não será candidato e será substituído. A tática é antiga e o objetivo é simples: fazer com que postulante não inspire confiança nos eleitores e com isso não cresça nas pesquisas.

     

    O beaba acima é só para dizer que o pré-candidato do PSB a prefeito de João Pessoa, secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Ciência e Tecnologia e Meio Ambiente (Ufa), João Azevêdo, já ultrapassou essa fase.

     

    Seus oponentes já não lançam desconfiança sobre sua candidatura. O discurso agora é outro. O taxam de desconhecido do grande público, como se ser conhecido fosse o fator preponderante para se eleger no Brasil. Fosse assim, Roberto Carlos (o cantor, não o corretor) ou Neymar, já haviam sido eleitos presidente do Brasil.

     

    Após superar o primeiro desafio da pré-candidatura, a meta do PSB e de João a partir de agora é colar no pré-candidato a imagem de quem foi o responsável pelas grandes da gestão de Ricardo na Prefeitura de João Pessoa e no Governo do Estado. Por incrível que pareça, essa não deverá ser uma tarefa muito difícil, levando em conta que se trata da mais absoluta verdade e que quando fala de obras, Azevêdo domina o assunto como ninguém.

    Fonte: Marcos Wéric

    Neste artigo




  • Participe da conversa