• Aesa deve atender pedido de ex-prefeito e abrir comportas do Riacho de Bruscas

    O presidente da Agência Executiva de Gestão de Águas (Aesa), Porfírio Loureiro, recebeu na manhã desta terça-feira, 29, o ex-prefeito de Boa Ventura, Fábio Arruda, e o...

    O presidente da Agência Executiva de Gestão de Águas (Aesa), Porfírio Loureiro, recebeu na manhã desta terça-feira, 29, o ex-prefeito de Boa Ventura, Fábio Arruda, e o deputado estadual, Edmilson Soares (PSB),  e se comprometeu a abrir as comportas do Riacho de Bruscas, para que a água chegue até os moradores e pequenos agricultores de Boa Ventura.

     

    Porfírio atendeu ainda outro pedido do ex-prefeito para que seja realizadas fiscalizações para identificar possíveis roubos de água durante o trajeto. A Aesa vai enviar um drone para sobrevoar a área e verificar a existência de alguma irregularidade.

     

    Fábio Arruda agradeceu a atenção e disponibilidade do presidente da Aesa e do deputado Edmilson Soares, para que o sofrimento da população de Boa Ventura e do Vale do Piancó, possa ser diminuído com essa medida.

     

    Já o deputado Edmilson Soares disse que está sempre a disposição para intermediar soluções para a região e para a cidade de Boa Ventura.

     

    Entenda

     

    Os agricultores e moradores da zona rural de Boa Ventura fizeram um abaixo-assinado pedindo providências urgentes as autoridades competentes para que seja investigado possíveis barramentos no Riacho de Bruscas impedindo assim que a água chegue aos moradores e agricultores da zona rural do município.

    O abaixo-assinado foi protocolado e encaminhado ao Ministério Público, a Polícia Militar, ao Exército Brasileiro e a AESA- Agência Executiva de Gestão das Águas na Paraíba. Segundo os agricultores e moradores prejudicados com a falta d’água, é necessário que seja feita a investigação para saber se existe algum barramento que impede a chegada da água, caso contrário, fazem um apelo às autoridades para que sejam abertas as comportas do Açude de Bruscas localizado em Curral Velho, só assim as dificuldades que enfrentam com a falta de água será amenizada.

    Segundo informações, o estado é de calamidade no município, e não tem outra saída senão acionar as autoridades do estado para que sejam tomadas providências cabíveis no sentido de dar melhores condições de vida a população.

    Em razão da forte estiagem e do sofrimento que assola as pessoas que moram e cultivam nas margens do Riacho de Brusca que não recebe água há bastante tempo, o ex-prefeito Fábio Arruda foi um dos que encabeçaram o abaixo assinado e encaminhou ao Ministério Público em Itaporanga solicitando providências e requerendo que ESA verifique as condições do Açude de Brusca e as causas do impedimento do curso da água já que os agricultores estão sofrendo muito com a ausência dela.

     

    “É necessário que providências sejam tomadas urgentemente já que não existe água para consumo humano, nem animal. Os agricultores que tem suas terras nessas localidades são obrigados a sair em busca de auxílio, deixando para trás o que adquiriram com tanto sofrimento. Vamos buscar em todas as instâncias ajuda”, enfatizou Fábio Arruda.

     

    Neste artigo




  • Participe da conversa