• Hipertensão é foco de programa de prevenção de doenças

    Dores no peito, na cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento nasal. Esses sintomas costumam aparecer quando a pressão sobe muito e,...

    Dores no peito, na cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento nasal. Esses sintomas costumam aparecer quando a pressão sobe muito e, geralmente, o diagnóstico é da hipertensão arterial sistêmica. A doença, que segundo o Ministério da Saúde, atinge 24,3% da população adulta no Brasil, é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de acidente vascular cerebral, infarto, aneurisma arterial e insuficiência renal e cardíaca.

    A hipertensão arterial ou pressão alta é uma doença crônica caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. O Ministério da Saúde explica que, em 90% dos casos, o problema é herdado dos pais, mas há vários fatores que influenciam nos níveis de pressão arterial, como os hábitos de vida do indivíduo.

    O especialista em Clínica Médica, Nilson Tsunashima, explica que as medidas preventivas precisam ser compreendidas e conscientizadas, do contrário, de nada adiantarão. “A prevenção precisa fazer parte do seu cotidiano, sem neurose, claro, mas entendendo e lembrando que os excessos levarão a uma perda da qualidade de vida, de sua autonomia e independência no futuro”, disse.

    Para ele, ainda, a atenção primária deve ser trabalhada prioritariamente como método eficiente para prevenir doenças. Neste sentido, a operadora de planos de saúde Geap tem saído na frente. Com o modelo assistencial de promoção à saúde, a Autogestão desenvolve programas que estimulam o autocuidado, o bem-estar e a qualidade de vida. São diferentes linhas de atuação, especialmente desenvolvidas para cada público, em todas as faixas etárias.

    Para seus beneficiários hipertensos ou com fatores de riscos para a doença, a Operadora dispõe do Programa HiperDia, que os acompanha, por meio de assistência realizada por equipe multiprofissional e, ainda, ações de caráter educativo. A eles, são ofertados, gratuitamente, acompanhamento médico, nutricionista e psicológico.

    Dia Mundial de Prevenção e Combate à Hipertensão

    Na próxima sexta-feira (26) é celebrado o Dia Mundial de Prevenção e Combate à Hipertensão. A data simboliza a luta contra a pressão alta, por meio da conscientização de hábitos que devem ser colocados em prática, para evitar a doença.

    A Operadora Geap, em apoio à data, está desenvolvendo, no Brasil todo, uma Campanha para colaborar com a redução de casos da doença. São ações educativas que estimulam os servidores públicos e população, em geral, sobre os cuidados para a prevenção e o controle da doença.

    O médico especialista, Nilton Tsunashima, listou uma série de atitudes que ajudam a prevenir a pressão alta. “Manter o peso adequado com a melhoria dos hábitos alimentares, diminuir o sal, praticar atividades físicas regulares, não fumar e evitar bebidas alcoólicas”, destacou ele.

    Por fim, o médico concluiu afirmando que as pessoas hipertensas devem tomar os medicamentos que o médico prescreveu, sem interrupção. “O paciente não pode achar que, se a pressão estiver controlada, já está curado. Pode haver, de fato, uma melhora, se houver perda de peso e melhoria do seu estilo de vida, mas quem deve lhe orientar sobre o que fazer é seu médico”, finalizou.

    Neste artigo




  • Participe da conversa